Colégio Cunha Carvalho

Calendário


Maio / 2018
D S T Q Q S S
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
       

Próximos eventos

Nenhum evento programado.

 


Informativo Eletrônico

Cadastre seu e-mail para receber nossos informativos eletrônicos:

 
Inscrever
Cancelar Inscrição


Notícias

DIFERENÇAS DE SINTOMAS DA GRIPE/INFLUENZA A E DENGUE

06 de Abril de 2016

 A gripe suína H1N1, já avançou por 11 Estados do Brasil e matou 45 pessoas em nosso país, até o dia 31 de março de 2016. Isso tem provocado filas de horas por vacinas em hospitais e clínicas particulares de São Paulo.

É uma gripe do tipo A causada pelo vírus H1N1, que circula entre humanos. Ele foi detectado no México, em abril de 2009, e se disseminou rapidamente, causando uma pandemia mundial chamada, na época, de gripe suína.

  1. 1.      Há motivo para pânico?
    Não. Deve-se seguir as recomendações de higiene e, assim que possível, tomar a vacina, especialmente os grupos de risco (idosos, crianças, asmáticos, cardiopatas, diabéticos, indígenas, entre outros). É a melhor maneira de prevenir a doença.

 

  1. Como sei se estou com gripe ou se é apenas um resfriado?
    No resfriado, os sintomas são nariz escorrendo, espirros, um pouco de dor no corpo e às vezes febre baixa e tosse. Já a gripe se inicia de repente e tem como principais marcas febre alta, tosse seca e fortes dores no corpo e de garganta. Ela também pode evoluir e provocar complicações no pulmão, resultando em falta de ar.

 

 

  1. A vacina protege contra quais vírus?

Há duas vacinas disponíveis: a trivalente e a tetravalente (ou quadrivalente). São os seguintes os vírus nelas contidos:
 Trivalente: A (H1N1); A (H3N2); Influenza B (subtipo Brisbane)
 Tetra ou Quadrivalente: A (H1N1); A (H3N2); 2 vírus Influenza B (subtipos Brisbane e Phuket)
 
4.  Quem não pode tomar a vacina?
Bebês menores de seis meses e quem já tiveram reações anafiláticas em aplicações anteriores. Quem teve a síndrome de Guillain-Barré (é uma doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca parte do próprio sistema nervoso por engano. Isso leva à inflamação dos nervos, que provoca fraqueza muscular) ou tem reações alérgicas graves a ovo –a vacina contém traços de proteínas do alimento– também deve ter cautela.

5.      Quanto ela custa?

Cerca de R$ 120 (trivalente) e R$ 200 (quadrivalente) na rede particular. Na rede pública a vacinação é gratuita e a preferência é para grupos de risco (idosos, crianças, asmáticos, cardiopatas, diabéticos, indígenas, entre outros).

 

  1. Ela é 100% eficiente?
    Não, a eficácia é de 60% a 90%, dependendo da faixa etária do paciente e de outros fatores, como presença de infecções e doenças crônicas.

 

  1.  Para maiores esclarecimentos procurar seu medico ou a fonte de onde  consultadas  as informações dadas: :

 Fonte: Reprodução de, http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/03/1755814-veja-20-perguntas-e-respostas-sobre-a-gripe-h1n1.shtml

Busca


Trabalhe Conosco

Sistema de Ensino Positivo

Twitter Oficial do Colégio Cunha Carvalho

Página Oficial do Colégio Cunha Carvalho no Facebook